Tag Archives

bíblia

O bom depósito

outubro 24, 2019 0 comentários

“Mantém o padrão das sãs palavras que de mim ouviste com fé e com o amor que está em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito, mediante o Espírito Santo que habita em nós” II Tm 1:13,14

Não sei como é a sua experiência de leitura bíblica mas, no meu caso, muitas e muitas vezes eu me obriguei a gastar um tempo lendo as escrituras. Não raro, após esse tempo eu tenho a sensação de que nada foi acrescentado. Parece que estou lendo um livro como de biologia ou história e não consigo sentir que estou diante da palavra eterna e perfeita de Deus. Dá uma sensação de que é um tempo de pouco proveito e sem nenhuma transformação no meu interior. E isso me leva  a um desânimo para agendar o meu próximo encontro com a bíblia. 

 

Na passagem que lemos, Paulo encoraja a Timóteo a guardar o bom depósito do conhecimento que ele obteve mediante a operação do  Espírito Santo. 

 

Isso porque o Espírito Santo que habita em nós é o administrador desse depósito. Ele revela, ilumina e nos ensina usando esse bom depósito no momento certo. Quanto mais depósito tivermos mais material o Espirito Santo terá para realizar o seu trabalho. Lembre-se quando o diabo tentou o Senhor Jesus no deserto, mencionou as escrituras dizendo “está escrito” mas o Senhor, que tinha o seu depósito,  prontamente rebateu dizendo “mas também está escrito”. Quanto mais ricamente habitar a palavra de Deus em nós mais protegidos estaremos das heresias que nos são oferecidas muitas vezes usando a própria biblia.

 

Agora, se existe o bom depósito é porque também existe o mau depósito. Pense por um minuto, se você depositar em sua mente o que o mundo oferece como por ex: erotismo, violência, ganância ou uma vida egoísta que tipo de material o Espirito Santissimo de Deus terá dentro de você para realizar o Seu precioso trabalho? Talvez seja isso que Paulo alerta aos Tessalonicenses: não apagueis o Espírito …  se entulhamos o poço com lixo como poderá fluir do nosso interior os rios de água viva? 

 

Conta-se a história de que um dia, um jovem cristão reclamou com um ancião de que ele lia a biblia mas tinha a sensação de que lhe era inútil. Aquele  irmão mais velho pegou então um balde abandonado no quintal que estava todo sujo, enlameado e todo furado e pediu para que o jovem corresse até uma fonte próxima dali e que o enchesse e  trouxesse o balde com água. O jovem estranhou o pedido uma vez que como o balde estava todo esburacado, a água escorreria por ele. Mas ele assim o fez, tentou correr o mais rápido possível mas sempre quando chegava  perto do ancião toda a água que ele havia colocado dentro do balde, já havia escoado. E assim o ancião pediu para que ele o fizesse algumas vezes. Até que ele perguntou: “você se sente como esse balde furado? você tem a sensação de que não consegue reter a palavra?” então o jovem disse: “sim irmão, me sinto exatamente dessa forma” no que o ancião respondeu: “mas olhe agora para o balde, ele está totalmente limpo.”

 

Muitas vezes eu invisto tempo em simplesmente ler a bíblia, conhecer as histórias e me familiarizar com os textos. Outras vezes fico o dia todo recitando algum versículo no esforço  de conseguir memorizá-lo.. Fazer isso pode parecer uma coisa mecânica e “pouco espiritual” mas quanto mais depósito da palavra de Deus eu guardar em meu coração maior e mais rico será o material que o Espírito Santo terá para fazer Sua obra em mim.

 

Não desanime irmão, tenha o bom e importante hábito de ler e meditar na bíblia todos os dias. Está na sua mão fazer o depósito e está nas mãos do Espírito Santo fazer a obra.

 

“Não cesses de falar deste livro da lei, antes medita nele de dia e de noite para que tenhas o cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido.” Josué 1:8

 

Sã doutrina

junho 27, 2019 0 comentários

“ Ora, os da Beréia eram mais nobres que os da Tessalônica; pois receberam a palavra com toda avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.” Atos 17:11

Conta-se a história de um rapaz recém casado que observou que a sua esposa partia o frango em dois e o colocava em duas bandejas para assar no forno. Curioso, ele perguntou o motivo … queria saber se tinha alguma técnica especial que justificasse esse procedimento. A esposa respondeu tranquilamente… “foi assim que a minha mãe me ensinou” . Não satisfeito ele procurou a sua sogra e ao questioná-la ouviu a mesma coisa “eu aprendi assim com a minha mãe” . Por sorte, a avó da sua esposa ainda estava viva e quando ele perguntou sobre esse curioso modo de preparar o frango ela respondeu: “é porque o meu fogão é muito pequeno então eu precisava colocar o frango em duas bandejas menores para poder entrar no forno”.

Somos Cristãos em 2019 Anno Domini. A história da Igreja está sendo desenrolada há quase 2000 anos e, ao longo desse tempo,  muitas e muitas coisas foram sendo acrescentadas adulterando a genuína e legítima doutrina de Cristo.

Veja que interessante o que acontece nas 7 igrejas do Apocalipse. Na primeira igreja que é a de Éfeso, se é mencionada as obras dos nicolaítas (obras que o Senhor Jesus diz que odeia) … já na terceira igreja de pérgamo – se fala da doutrina dos nicolaítas. O que começou como uma prática, ao longo do tempo transforma-se em uma doutrina, ou seja, algo que é incorporado no conjunto de mandamentos que definem nossa espiritualidade e serviço a Deus. Com isso, acumulamos muitas ideias e pensamentos que, de fato, não fazem parte da doutrina de Deus mas são doutrinas de homens. É como diz I Pedro 1: 21 sobre “o fútil procedimento que os vossos pais vos legaram”. Precisamos fazer distinção do que nos é transmitido como tradições e costumes humanos mas que não passam de fúteis procedimentos. E, jamais confiar sua decisão pelo o que a maioria está fazendo. A Bíblia nos mostra claramente que foi a voz do povo que pediu a Crucificação de nosso Senhor. Definitivamente, a voz do povo não é a voz de Deus.  É como alguém já disse: “o errado é errado mesmo que todos estejam fazendo e o certo é o certo mesmo que ninguém o esteja fazendo.

Com mudança de tempos e costumes e com a Igreja tentando se adaptar e se modelar ao mundo contemporâneo, muitas coisas estranhas estão se infiltrando no seio da igreja. E você e eu não podemos terceirizar a nossa visão. Andar a reboque dos ensinamentos ou costumes dos outros. Importante termos consciência do momento profético em que estamos vivendo. É época de confusão, de mistura e de apostasia.  É nosso dever investigar, averiguar e rejeitar tudo aquilo que não confere com as Escrituras. 

E pouco me importa o que o governo, a política, a sociedade, o clero, a universidade, o filósofo ou o amigo estão dizendo. Apenas a Bíblia, como Palavra Infalível de Deus, tem autoridade para me dirigir e estabelecer meu procedimento e costumes. Apenas a ela obedecerei. 

“Porque haverá tempo em que as pessoas se cercarão de falsos mestres como que tendo coceira nos ouvidos e rejeitarão a sã doutrina” II Tm 4:3