Daily Archives

1 de agosto de 2019

Morto-vivo

agosto 1, 2019 0 comentários

“Conheço as tuas obras, tens nome de que vives mas estás morto” AP 3: 1

No início deste ano, foi muito comentado e noticiado nos jornais aqui de BH a história de uma jovem de 17 anos que, após uma briga, matou sua avó, enrolou-a em um edredom vedou as frestas das janelas e da porta do quarto da avó e simplesmente a deixou lá. Quase 3 meses depois, um outro parente daquela senhora descobriu o ocorrido. No meu
caso, essa notícia terrível ganhou mais relevância porque isso aconteceu dentro do condomínio em que eu moro, há menos de 100 metros da minha casa.

Como era de se esperar, apesar de todas as tentativas de vedar o ambiente, um cheiro desagradável começou a ser sentido. Os vizinhos reclamavam com o sindico acreditando que poderia ser algum problema no esgoto ou algum lixo esquecido em alguma casa vazia…

Interessante que foram os vivos que perceberam o cheiro da morte. São os vivos que conseguem discernir e detectar as coisas podres e inadequadas. Isso me levou a fazer essa simples, porem importante reflexão: tenho percebido as coisas mortas da carne e do mundo? Caso essas coisas não me ofendam mais, caso eu esteja como que anestesiado
pela coisas mortas desse mundo é bem provável que eu esteja morto também. Talvez você se assuste com essa afirmação , achando ela um tanto radical. Mas vejamos alguns exemplos: No texto que lemos no inicio deste pensamento, o Senhor Jesus afirma claramente que a igreja em Sardes tinha um nome, um status de vida mas na verdade ela estava morta. Paulo diz das viúvas que, ao se entregarem aos prazeres, mesmo vivas estão mortas. Ele também encoraja aos ricos deste século a tomarem posse da verdadeira vida. Mesmo conselho que ele dá a Timoteo dizendo: “combate o bom combate da fé e toma posse da vida eterna para a qual também foste chamado”. Quando o filho pródigo volta para casa o seu pai afirma … “este filho estava morto e reviveu”.

Pode até ser que eu e você não pratiquemos os pecados listados por Paulo em Romanos capitulo 1 – coisas do dia a dia deste mundo como: malicia, avareza, difamação, insolência, desobediência aos pais ou soberba. Porém, o que deveria chamar nossa atenção, é que Paulo vai mais além, ele diz que existe uma sentença de morte não só para os que fazem
mas também os que aprovam os que assim procedem”. Cuidado, são os vivos que acham insuportável o cheiro da morte proveniente do pecado.

Esse talvez seja um importante teste para avaliarmos a saúde da nossa fé. O quanto as coisas desta geração geram em nós náuseas por causa de tanta injustiça, violência, promiscuidade, rebelião e devassidão. Qual é a medida ou qual a é intensidade do MARANATA VEM SENHOR JESUS dentro dos nossos corações?O quanto , de verdade, anelamos e oramos para que o nome do nosso Pai Celeste seja santificado e o Seu reino se manifeste entre os filhos dos homens?

É tempo de despertarmos do sono. De quebrarmos toda aliança com o mundo. De odiarmos tudo o que o Senhor odeia. De termos em mente que a amizade do mundo é inimiga de Deus. E assim, como novas criaturas que somos em Cristo testemunharmos das coisas santas do Reino de Deus.

“Desperta ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará. Portanto vede prudentemente como andais, não como néscios e, sim, como sábios, remindo o tempo porque os dias são maus. Por esta razão não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor” Ef 5: 14 – 17